Tags

, , , , , ,

A história da menina que entrava num país desconhecido, com um Chapeleiro Maluco e um gato que desaparece toda hora nunca prendeu minha atenção. Mas como sou fã de Tim Burton e sofro de Deppismo (paixão pelo Jhonny Depp) não resisti e fui conferir a adaptação de Alice no país das Maravilhas. Sinceramente, não me arrependi.
Depois de alguns anos sumida, “Alice” reaparece um pouco diferente. A menina cresceu, mas continua meio pálida e agora tem olheiras destacadas (devem ser as preocupações da vida adulta), mas seu vestidinho azul com avental branco ficou no passado.  Ela veio acompanhada de um belo guarda-roupa que está mais lindo do que nunca.

 

A riqueza de detalhes deixou o vestido ainda mais fofo

Mas o que mais me chamou a atenção foram os modelos lindos de morrer que Alice usa no decorrer do filme. O figurino ficou por conta de Colleen Atwood que já foi parceira de Tim Burton em outros trabalhos. Não é a toa que Collen já levou pra casa duas estatuetas do Oscar (pelos filmes Chicago e Memórias de uma Gueixa). Todas as peças tem uma enorme riqueza de detalhes (bordados,rendas,brilhos). Colleen teve o cuidado de pesquisar sobre todos os personagens e recriar peças inspiradas nos clássicos já gravados.

O croqui e o vestido finalizado por Collen

Meu modelo preferido é esse vestido em vermelho que Alice usa quando chega no palácio da Rainha Vermelha. A menina-moça “vermelhou a paixão” e entrou no clima da rainha doida que usa e abusa da cor. Não posso deixar de falar dos modelos da Rainha de Copas que estão impecáveis. Os detalhes de coraçõezinhos estão em todo lugar. Um charme só.

 

Alice na entrada do país das maravilhas

Longe de mim ser uma especialista em tendências da moda, mas pra mim esses vestidos arrasaram, e eu com toda certeza levaria todos pra minha casa. No vídeo tem todos os figurinos comentados por Collen.