O inventor da arte em casca Koichi Hanada ao lado da plantação de arroz

Quando penso que já vi de tudo nessa vida, sou surpreendida novamente. Foi assim desde a primeira vez que vi essa arte diferente, encontrada em arrozais no Japão. A história toda começou quando o prefeito pediu para que seu funcionário, Koichi Hanada, encontrasse uma forma de atrair turistas para a pequena comunidade rural de Inakate (ao norte do Japão). Então surge a questão, o que fazer em um lugar que é cercado por pomares de maçãs e plantações de arroz? Depois de muito tempo queimando neurônios, Hanada observou crianças que faziam um  trabalho de escola usando duas variedades de arroz (roxa e verde). Daí surgiu a ideia de plantar variedades do cereal para formar desenhos. E não é que deu certo?! Assim teve origem a arte em casca, que desde 1993 colocou a comunidade em destaque.

Vista aérea do desenho que reproduz samurai que luta contra monge guerreio

Os moradores do vilarejo querem encontrar uma forma de capitalizar o fluxo dos turistas, que na maioria das vezes visitam os arrozais e vão embora sem gastar nada na comunidade. O maior número de visitas ocorre durante o verão, quando as hastes do arroz estão altas,e assim seja possivel visualizar a imagem. Se depender do prefeito, projetos grandiosos estão por vir. A publicidade foi tanta que no ano passado cerca de 170 mil pessoas passaram por Inakate, segundo Portal IG.