Você é rancoroso e fica remoendo mágoas passadas? Saiba que sua saúde pode ser prejudicada por esse mau sentimento, de acordo com matéria do MSN. A psicóloga e coordenadora do Setor de Gerenciamento de Qualidade de Vida da Unifesp, Denise Diniz aponta: “Nosso organismo não foi feito para guardar mágoas e sentimentos ruins. Tanto o corpo quanto a mente vão pesando na medida em que eles se acumulam e uma hora a panela de pressão transborda na tentativa de aliviar o sofrimento. É um processo natural”. E na maioria das vezes quando essa “explosão” acontece, os estilhaços voam por todas as partes e afetam até quem não tem nada a ver com o assunto.

Por isso é muito importante desabafar e expelir as frustações, que acumuladas só levam ao prejuízo. ” O problema é que a maioria das pessoas acha que resolver os ressentimentos é resolver com o outro aquilo que está pendente, o que deve ser feito mesmo, porém, antes disso, é preciso entender o que te de fato te fez mal e porque ganhou tamanha dimensão na sua vida para daí buscar o equilíbrio”, afirma Denise. Quando a mágoa toma uma dimensão grandiosa, os sintomas emocionais podem passar a ser físicos (úlceras, alergias… ) psíquicos (ansiedade, agressividade…) e sociais (apatia,conflitos domésticos…). Um dos mais importantes itens a ser seguido é o perdão na sua forma pura e sincera. Posso dizer por experiência própria que somente ele (perdão) e o total esquecimento do fato pode trazer a alegria e a tranquilidade de volta. ” As preocupações roubam a felicidade da gente, mas as palavras amáveis nos alegram”,está na Bíblia. (Provérbios 12:25)