Tags

, , ,

Substâncias cancerígenas presentes no cigarro são responsáveis por alterações no DNA que podem desencadear o câncer

Os fumantes têm mais um motivo para abandonar o cigarro. Pesquisadores americanos descobriram que o fumo causa danos genéticos em poucos minutos – e não em anos, como se imaginava. O estudo foi publicado no periódico Chemical Research in Toxicology, da Sociedade Americana da Química.

O efeito de fumar um cigarro é semelhante ao de injetar uma toxina cancerígena diretamente no sangue

Os cientistas da Universidade de Minesota estudaram o nível de substâncias nocivas, conhecidas como hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (HAPs), no organismo de 12 fumantes. Os HAPs são considerados uma das principais causas do câncer, mas não se sabia até então como eles danificam o DNA.

A equipe de Minesota adicionou um tipo rastreável desses hidrocarbonetos em cigarros e verificou o caminho percorrido pela substância no corpo dos voluntários. Eles descobriram que os HAPs formam uma toxina no sangue que danifica o DNA, causando mutações que podem levar ao câncer.

As substâncias tóxicas levam entre 15 e 30 minutos para atingir um nível crítico no sangue dos fumantes. O efeito é semelhante ao de injetar a substância diretamente na corrente sanguínea.

Matéria da Veja

Acesse aqui o Curso de como parar de fumar em cinco dias