Tags

, , , , , , , ,

‘Também não sei responder a isso, Robert. De uma maneira curiosa, você me possui. Eu não desejava ser possuída, não precisava disso, e sei que você não pretendia isso, mas foi o que aconteceu. Não estou mais sentada ao seu lado,aqui na grama. Você me tem dentro de si,como prisioneira voluntária. ‘ Ele replicou:’Não sei se você está dentro de mim, ou se eu estou dentro de você, ou se eu a possuo. Pelo menos não desejo possuí-la. Acho que ambos estamos dentro de outro ser que criamos, chamado ‘nós’.’ ‘Bem, na realidade não estamos dentro desse ser. Nós somos esse ser. Ambos nos perdemos e criamos algo mais, algo que existe apenas como um entrelaçamento de nós dois. Meu Deus, estamos apaixonados. Tão séria e profundamente quanto é possível estar apaixonados.’ página 101

Antes mesmo de começar a ler ‘As pontes de Madison’ de Robert James Waller eu já sabia que a depressão pós-livro tomaria conta de mim. Dito e feito. O livro é maravilhoso, cheio de passagens que te tocam, como se você estivesse lá, assistindo  tudo o que aconteceu. Os personagens são inteligentes, poéticos, romanticamente sensíveis e belos. Não deve ser fácil captar com tanta realidade os fragmentos de uma alma apaixonada. Mas para James Waller a tarefa foi concluída com sucesso. Francesca e Robert te fazem sentir e experimentar a sensação de uma paixão avassaladora. Nem preciso dizer que super recomendo a leitura né?

Fotógrafo da ´National Geagraphic´, Robert Kincaid corre mundo, solitário, tendo como único objetivo capturar as belas imagens de que vive. Em suas andanças, bate à porta da fazenda de Francesca. Em busca de informações sobre a região, ele encontra um amor que vai mudar completamente seus valores – e também o seu destino. Bastam quatro dias, o tempo que passam juntos, para que suas vidas jamais voltem a ser as mesmas. 

O sucesso do livro alcançou as telas do cinema, sendo protagonizado por Meryl Streep e Clint Eastwood.

Premiações

– Recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Atriz (Meryl Streep).

– Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Filme – Drama e Melhor Atriz – Drama (Meryl Streep).

– Recebeu uma indicação ao Cesar, na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.