Tags

, , , ,

Após uma quarta-feira agitada veio uma quinta-feira típica de ficar de molho em casa. O F-R-I-O em Ribeirão (isso mesmo gentem, frio) tá uma delícia de viver e de dormir (e comer chocolate nos intervalos consequentemente). Durmi de edredom e com o ventilador desligado, fato quase inacreditável. Quase me belisquei pra ver se não estava sonhando quando tive que vestir um casaquinho pra sair. Depois de umas comprinhas no mercado e uma fila básica no caixa, eu e a Ro viemos pra casa decididas a ver FILMEEEEEE! Com direito a pipoca e tudo, super sessão cinema. Com ‘Amor à Distância’ no aparelho de DVD, apertamos o play e…DREW BARRYMORE!!!! Eu adoro ela e os filmes que ela faz, e esse entrou pra lista dos queridinhos. Ainda mais pra quem já namorou a distância (ME), sabe o perrengue que é viver com o pé e o coração na estrada. Sempre estar com a mala meio pronta e com vontade de estar num lugar, ao invés do outro. Um filme que revela esse cotidiano de uma forma bem humorada e envolvente. Vale a pena o clique!

Sinopse: A franqueza perspicaz e o humor desengonçado de Erin (Drew Barrymore) conquistaram o recém-solteiro Garrett (Justin Long) junto a copos de cerveja, conversa de bar e café da manhã no dia seguinte. A química dos dois se tornou rapidamente um tórrido amor de verão, mas nenhum dos dois esperava que durasse, já que Erin voltou para sua casa em São Francisco e Garrett ficou em Nova York por causa de seu emprego. Porém, após passarem seis semanas que pareciam não ter sentido, ambos descobrem não querer que o relacionamento termine. E mesmo tirando sarro da dieta pré-viagem de Garrett e de seu fiel relacionamento com o telefone celular, os amigos Box (Jason Sudeikis) e Dan (Charlie Day) não estão felizes em perder seu companheiro de copo para mais um romance conturbado.

Ao mesmo tempo, Corrine (Christina Applegate), a irmã casada de Erin, tensa e superprotetora, quer evitar que ela siga um caminho bastante familiar. Mas apesar de estarem em pontos opostos do país, do pessimismo da família e dos amigos e de algumas tentações inesperadas, parece que o casal encontrou o que parece ser amor. E com a ajuda de muitas mensagens de texto, recados sensuais e telefonemas até altas madrugadas, eles talvez consigam superar o amor à distância.