Tags

, , , , , , ,


E disse: Eu vos asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos Céus. Mateus 18:3, NVI

Enquanto meu esposo, nossas duas filhas e eu viajávamos por uma estrada não asfaltada na região sudeste do Brasil, sabíamos que em pouco tempo não haveria mais luz do Sol. Nossa família retornava para casa, após visitar parentes e amigos. Vínhamos alegremente cantando os cânticos favoritos de nossas filhas, quando, de súbito, o sistema elétrico do carro desligou. Nada funcionava. Estávamos parados numa estrada com bem pouco tráfego, a uns 40 quilômetros de casa. Não havia casas por perto, e meu esposo tentou consertar o problema – sem sucesso.
Sentindo-nos incapazes, e totalmente dependentes da assistência divina, oramos. Ah, como oramos! A noite chegava e, com ela, os mosquitos. Vendo que não havia forma de resolver o problema, meu esposo sugeriu que, quando passasse o primeiro carro, minhas filhas e eu pedíssemos carona até a cidade em que morávamos. Lá, eu devia ir em busca de ajuda para ele. “Nós não vamos! Não vamos deixar você sozinho. Se necessário, passaremos a noite dentro do carro, mas vamos ficar juntos”, eu disse. Vendo minha determinação, quando o primeiro carro parou, meu esposo mandou uma mensagem ao seu irmão, pedindo auxílio. Seu irmão receberia o recado? E oramos um pouco mais.
Então, nossa filha de quatro anos, Regiane, disse: “Papai! Espere! Eu vou orar agora. E nós vamos sair.” Ela deu alguns passos fora da estrada e, de pé em meio a uma vegetação que era quase tão alta quanto ela, orou silenciosamente. Não sei o que ela disse naqueles poucos segundos, mas, quando retornou, disse ao seu pai: “Ligue o carro. Vamos embora!”
Meu esposo, que havia tentado ligar o carro inúmeras vezes, fez o que sua pequenina filha mandava. Para nossa surpresa e alegria, o carro funcionou normalmente. Continuamos a viagem e chegamos com segurança à nossa casa. E aquele problema nunca precisou de nenhum conserto do mecânico.
Deus ouve nossas orações! Senhor, graças Te dou por nos guiares e ensinares que devemos ser puros e confiantes como as crianças, em todas as situações. Eny Ruella Silva (CPB)

Feliz Sábado!