Tags

, , , , , ,

Fui praticamente empurrada para assistir ‘Apollo 18‘. Minha amiguinha super fofa e linda, que sabe que eu sou MEGA MEDROSA, nem me contou do que se tratava e eu bem boba fui achando que era alguma ficção científica boba. Quando chegamos no cinema percebi que havia algo esquisito pairando no ar, e não era a pipoca que estava estraga MUAAAAA. Falam que ‘Apollo 18’ é estilo ‘Bruxa de Blair’ e que não mete medo em ninguém. Eu tive medo, em ambos os filmes. Coincidência ou não, essa mesma amiga me fez ver ‘A Bruxa de Blair’ e nós duas gritamos o filme todo e depois dormimos com a porta do quarto aberta e a luz BEEEEM acesa. Agora a cena se repetiu. Sorte que o cinema estava as moscas e eu pude gritar a vontade. Fechei os olhos, tampei com o pacote de pipoca e berrei bastante com todas aquelas cenas esquisitas. Se o propósito do filme fosse meter medo, pelo menos comigo surtiu efeito (acho que com a Ro também). Eu não posso e nem quero ver fotos de ônibus espacial nem nada a ver com astronomia tão cedo.

Elas não estavam sozinhas...

SINOPSE: Oficialmente, a Apollo 17 foi a última missão tripulada à Lua, tendo sido lançada em 17 de dezembro de 1972. Só que, um ano depois, foi enviado ao satélite uma missão sigilosa, a Apollo 18, financiada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Apenas dois astronautas foram enviados e ambos não sabiam o que estavam por enfrentar. Quando um deles encontra um capacete rachado em pleno solo lunar eles percebem que há algo de errado ali. (Adoro Cinema)